VLAN Conceito


Conceito sobre VLAN

Uma VLAN (Virtual Local Area Network) é uma técnica de redes de computadores que permite a criação de segmentos de rede virtualmente separados em uma rede física. Ela é usada para dividir uma rede local em múltiplos domínios de broadcast lógicos, onde os dispositivos pertencentes a uma mesma VLAN podem se comunicar entre si como se estivessem conectados a uma LAN física dedicada, mesmo que estejam fisicamente conectados à mesma rede física.


O principal objetivo de uma VLAN é aumentar a segurança, o desempenho e a flexibilidade de uma rede. Ao dividir a rede em segmentos lógicos, os pacotes de dados são restritos apenas aos dispositivos pertencentes à mesma VLAN, reduzindo o tráfego desnecessário e melhorando a segurança, pois os dispositivos de uma VLAN não podem se comunicar diretamente com dispositivos de outras VLANs, a menos que haja configurações adicionais.


Além disso, as VLANs podem ser usadas para simplificar o gerenciamento da rede, permitindo que os administradores configurem políticas de rede específicas para cada VLAN. Isso inclui a definição de regras de segurança, priorização de tráfego, segmentação de departamentos ou grupos de usuários e otimização de recursos de rede.


As VLANs são implementadas através do uso de switches de rede que suportam a funcionalidade VLAN. Os switches são configurados para atribuir portas físicas a uma ou mais VLANs, isolando o tráfego entre elas. Além disso, é possível usar marcadores de VLAN (tags) nos quadros Ethernet para identificar a qual VLAN um pacote pertence, permitindo que switches e roteadores encaminhem corretamente o tráfego entre as VLANs.


Em resumo, as VLANs são uma ferramenta poderosa para segmentar e gerenciar redes locais, melhorando a segurança, o desempenho e a flexibilidade. Elas permitem a criação de domínios de broadcast lógicos que podem ser configurados de acordo com as necessidades específicas de uma organização.